O Sal da Terra

Compartilho com você uma música  lindaa, linda mesmo!  Adoooro!  Com uma melodia e letra para que possamos refletir nesse dia que comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente. Ou melhor,  deveria ser um dia repleto de comemorações, contemplações e agradecimento, se todos reconhecessem sua imensurável importância e principalmente fazendo a sua parte. Não me canso de falar, mas com pequenos gestos, atos podemos sim, mudar essa situação tão deteriorável que se encontra o nosso Planeta. Gente, a hora é agora!
Convido você a prestigiar essa bela música e proponho um desafio simples, porém muitos não conseguem, mas com o coração e com uma responsabilidade ambiental, que todos deveriam ter. Vamos recusar sacos plásticos! Evitar jogar lixo nas ruas, calçadas, mesmo uma simples embalagem. Contabilize todas as vezes que você fizer isso. Demorar menos banho, desligar o chuveiro, torneiras quando não for necessário o seu uso. Reutilizar a água da lavagem de roupas para lavar calçadas… Separar o lixo! Senão temos as lixeira apropriadas para isso, vamos aproveitar um recipiente velho como um balde, uma bacia e depois é só identificar cada balde de acordo com  o lixo. E assim estamos fazendo aquilo que os nossos governantes deveriam disponibilizar para a população, a coleta seletiva! Repito: Gente, a hora é agora! Vamos dar os braços nessa luta para preservar o nosso Meio Ambiente!

Apreciem…

Composição : Beto Guedes/Ronaldo Bastos
 

Anda!
Quero te dizer nenhum segredo
Falo nesse chão, da nossa casa
Vem que tá na hora de arrumar…

Tempo!
Quero viver mais duzentos anos
Quero não ferir meu semelhante
Nem por isso quero me ferir

Vamos precisar de todo mundo
Prá banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
Vamos precisar de muito amor
A felicidade mora ao lado
E quem não é tolo pode ver…

A paz na Terra, amor
O pé na terra
A paz na Terra, amor
O sal da…

 

Terra!
És o mais bonito dos planetas
Tão te maltratando por dinheiro
Tu que és a nave nossa irmã

Canta!
Leva tua vida em harmonia
E nos alimenta com seus frutos
Tu que és do homem, a maçã…

Vamos precisar de todo mundo
Um mais um é sempre mais que dois
Prá melhor juntar as nossas forças
É só repartir melhor o pão
Recriar o paraíso agora
Para merecer quem vem depois…

Deixa nascer, o amor
Deixa fluir, o amor
Deixa crescer, o amor
Deixa viver, o amor
O sal da terra

Abraços, força e perseverança!

Liliane 🙂

Anúncios

Sobre Liliane Castro

"O que eu faço, é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor." (Madre Teresa de Calcutá) Ficarei uns dias sem postar, devido a preparação e defesa de TCC na Universidade...
Esse post foi publicado em Datas Ecológicas, Responsabilidade Ambiental e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para O Sal da Terra

  1. gilza Queiroz disse:

    Natureza
    Ei natureza, ei natura tão bom
    Cheiro verde cheiro de mato faiscina
    Cheiro verde
    Cheiro de mato faiscina
    Era uma tarde tão linda
    A presença de gente tão pura
    E havia um alanbique e o pique de saber beber delicia de aguardente
    Pimenta gostosa de arder
    Natureza, ei natureza tão bom
    Cheiro verde cheiro de mato faiscina
    Natureza, ei natureza tão bom
    Leci Brandão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s